Questões do ENEM 2010 com respostas comentadas

1 –  (Questão 99 – ENEM 2010)

Câncer 21/06 a 21/07

O eclipse em seu signo vai desencadear mudanças na sua autoestima e no seu modo de agir. O corpo indicará onde você falha – se anda engolindo sapos, a área gástrica se ressentirá. O que ficou guardado virá à tona, pois este novo ciclo exige uma “desintoxicação”. Seja comedida em suas ações, já que precisará de energia para se recompor. Há preocupação com a família, e a comunicação entre os irmãos trava. Lembre-se: palavra preciosa é palavra dita na hora certa. Isso ajuda também na vida amorosa, que será testada. Melhor conter as expectativas e ter calma, avaliando as próprias carências de modo maduro. Sentirá vontade de olhar além das questões materiais – sua confiança virá da intimidade com os assuntos da alma.

Revista Cláudia. Nº 7, ano 48, jul. 2009.

 O reconhecimento dos diferentes gêneros textuais, seu contexto de uso, sua função específica, seu objetivo comunicativo e seu formato mais comum relacionam-se aos conhecimentos construídos socioculturalmente. A análise dos elementos constitutivos desse texto demonstra que sua função é

a)   vender um produto anunciado.

b)   informar sobre astronomia.

c)   ensinar os cuidados com a saúde.

d)   expor a opinião de leitores em um jornal.

e)   aconselhar sobre amor, família, saúde, trabalho.

 

2 –  ( Questão 100 – ENEM 2010)

Na busca constante pela sua evolução, o ser humano vem alternando a sua maneira de pensar, de sentir e de criar. Nas últimas décadas do século XVIII e no início do século XIX, os artistas criaram obras em que predominam o equilíbrio e a simetria de formas e cores, imprimindo um estilo caracterizado pela imagem da respeitabilidade, da sobriedade, do concreto e do civismo. Esses artistas misturaram o passado ao presente, retratando os personagens da nobreza e da burguesia, além de cenas míticas e histórias cheias de vigor.

RAZOUK, J. J. (Org.). Histórias reais e belas nas telas. Posigraf: 2003. 

Atualmente os artistas se apropriam de desenhos, charges, grafismos e até de ilustrações de livros para compor obras em que se misturam personagens de diferentes épocas, como na seguinte imagem:

a)  Romero Brito. “Gisele e Tom”.

b) Andy Warhol. “Michael Jackson”.

c) Funny Filez.  “Monabean

d) Andy Warhol.  “Marilyn Monroe”.

e) Pablo Picasso. “Retrato de Jaqueline Roque com as Mãos Cruzadas”.

 

3 –  (Questão 102 – ENEM 2010)

MOSTRE QUE SUA MEMÓRIA É MELHOR DO QUE A DE COMPUTADOR E GUARDE ESTA CONDIÇÃO: 12X SEM JUROS.

Revista Época. N° 424, 03 jul. 2006.

Ao circularem socialmente, os textos realizam-se como práticas de linguagem, assumindo funções específicas, formais e de conteúdo. Considerando o contexto em que circula o texto publicitário, seu objetivo básico é

 a)   definir regras de comportamento social pautadas no combate ao consumismo exagerado.

b)   influenciar o comportamento do leitor, por meio de apelos que visam à adesão ao consumo.

c)   defender a importância do conhecimento de informática pela população de baixo poder aquisitivo.

d)   facilitar o uso de equipamentos de informática pelas classes sociais economicamente desfavorecidas.

e)   questionar o fato de o homem ser mais inteligente que a máquina, mesmo a mais moderna.

 

4 –  (Questão 107 – ENEM 2010)

Carnavália

Repique tocou

O surdo escutou

E o meu corasamborim

Cuíca gemeu, será que era meu, quando ela passou por mim?

[…]

ANTUNES, A.; BROWN, C.; MONTE, M. Tribalistas., 2002 (fragmento).

No terceiro verso, o vocábulo “corasamborim”, que é a junção coração + samba + tamborim, refere-se, ao mesmo tempo, a elementos que compõem uma escola de samba e à situação emocional em que se encontra o autor da mensagem, com o coração no ritmo da percussão.

Essa palavra corresponde a um(a)

a) estrangeirismo, uso de elementos linguísticos originados em outras línguas e representativos de outras culturas.

b) neologismo, criação de novos itens linguísticos, pelos mecanismos que o sistema da língua disponibiliza.

c) gíria, que compõe uma linguagem originada em determinado grupo social e que pode vir a se disseminar em uma comunidade mais ampla.

d) regionalismo, por ser palavra característica de determinada área geográfica

e) termo técnico, dado que design elemento de área específica de atividade

 

5 –  (Questão 109 – ENEM 2010)

O Chat e sua linguagem virtual

O significado da palavra chat vem do inglês e quer dizer “conversa”. Essa conversa acontece em tempo real, e, para isso, é necessário que duas ou mais pessoas estejam conectadas ao mesmo tempo, o que chamamos de comunicação síncrona. São muitos os sites que oferecem a opção de bate-papo na internet, basta escolher a sala que deseja “entrar”, salas são divididas por assuntos, como educação, cinema, esporte, música, sexo, entre outros. Para entrar, é necessário escolher um nick, uma espécie de apelido que identificará o participante durante a conversa. Algumas salas restringem a idade, mas não existe nenhum controle para verificar se a idade informada é realmente a idade de quem está acessando, facilitando que crianças e adolescentes acessem salas com conteúdos inadequados para sua faixa etária.

Segundo o texto, o chat proporciona a ocorrência de diálogos instantâneos com linguagem específica, uma vez que nesses ambientes interativos faz-se uso de protocolos diferenciados de interação. O chat, nessa perspectiva, cria uma nova forma de comunicação porque

a)   possibilita que ocorra diálogo sem a exposição da identidade real dos indivíduos, que podem recorrer a apelidos fictícios sem comprometer o fluxo da comunicação em tempo real.

b)   disponibiliza salas de bate-papo sobre diferentes assuntos com pessoas pré-selecionadas por meio de um sistema de busca monitorado e atualizado por autoridades no assunto.

c)   seleciona previamente conteúdos adequados à faixa etária dos usuários que serão distribuídos nas faixas de idade organizadas pelo site que disponibiliza a ferramenta.

d)   garante a gravação das conversas, o que possibilita que um diálogo permaneça aberto, independente da disposição de cada participante.

 e)   limita a quantidade de participantes conectados nas salas de bate-papo, a fim de garantir qualidade e eficiência dos diálogos, evitando mal-entendidos.

6 –  ( Questão 112 – ENEM 2010)

O dia em que o peixe saiu de graça

Uma operação do Ibama para combater a pesca ilegal na divisa entre os Estados do Pará, Maranhão e  Tocantins incinerou 10 km de redes usadas por pescadores durante o período em que os peixes se reproduzem. Embora tenha um impacto temporário na atividade na região, a medida visa preservá-la ao longo prazo, evitando o risco de extinção dos animais. Cerca de 15 toneladas de peixes foram apreendidas e doadas para instituições de caridade.

Época. 23 mar. 2009 (adaptado).

A notícia acima, do ponto de vista de seus elementos constitutivos,

a)   apresenta argumentos contrários à pesca ilegal.

b)   tem um título que resume o conteúdo do texto.

c)   informa sobre uma ação, a finalidade que a motivou e o resultado dessa ação.

d)   dirige-se aos órgãos governamentais dos estados envolvidos na referida operação do Ibama.

e)   introduz um fato com a finalidade de incentivar movimentos sociais em defesa do meio ambiente.

e)   limita a quantidade de participantes conectados nas salas de bate-papo, a fim de garantir qualidade e eficiência dos diálogos, evitando mal-entendidos.

 

7 –  (Questão 114 – ENEM 2010)

Joaquim Maria Machado de Assis, cronista, contista, dramaturgo, jornalista, poeta, novelista, romancista, crítico e ensaísta, nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 21 de junho de 1839. Filho de um operário mestiço de negro e português, Francisco José de Assis, e de D. Maria Leopoldina Machado de Assis, aquele que viria a tornar-se o maior escritor do país e um mestre da língua, perde a mãe muito cedo e é criado pela madrasta, Maria Inês, também mulata, que se dedica ao menino e o matricula na escola pública, única que frequentou o autodidata Machado de Assis.

Disponível em: http://www.passeiweb.com. Acesso em: 1 maio 2009.

Considerando os seus conhecimentos sobre os gêneros textuais, o texto citado constitui-se de

a)   fatos ficcionais, relacionados com outros de caráter realista, relativos à vida de um renomado escritor.

b)   representações generalizadas acerca da vida de membros da sociedade por seus trabalhos e vida cotidiana.

c)   explicações da vida de um renomado escritor, com estrutura argumentativa, destacando como tema seus principais feitos.

d)   questões controversas e fatos diversos da vida de personalidade histórica, ressaltando sua intimidade familiar em detrimento de seus feitos públicos.

e)   apresentação da vida de uma personalidade, organizada sobretudo pela ordem tipológica da narração, com um estilo marcado por linguagem objetiva.

 

8 –  (Questão 131 – ENEM 2010)

Após estudar na Europa, Anita Malfatti retornou ao Brasil com uma mostra que abalou a cultura nacional do início do século XX. Elogiada por seus mestres na Europa, Anita se considerava pronta para mostrar seu trabalho no Brasil, mas enfrentou as duras críticas de Monteiro Lobato. Com a intenção de criar uma arte que valorizasse a cultura brasileira, Anita Malfatti e outros artistas modernistas

a)   buscaram libertar a arte brasileira das normas acadêmicas europeias, valorizando as cores, a originalidade e os temas nacionais.

b)   defenderam a liberdade limitada de uso da cor, até então utilizada de forma irrestrita, afetando a criação artística nacional.

c)   representaram a ideia de que a arte deveria copiar fielmente a natureza, tendo como finalidade a prática educativa

d)   mantiveram fielmente a realidade nas figuras retratadas, defendendo uma liberdade artística ligada a uma tradição acadêmica.

e)   buscaram a liberdade na composição de suas figuras, respeitando os limites de temas abordados.

RESPOSTAS

1 -  e) aconselhar sobre amor, família, saúde e trabalho.

Comentários: Há alguns anos, o ENEM vem explorando bastante a noção de gêneros e na prova do ano passado não foi diferente. Das oito questões que postei, mais da metade aborda a questão. Os gêneros são os modos como os variados textos se apresentam na sociedade (contexto social, como eles gostam de dizer), todo texto se materializa em um gênero, ou seja, em um certo formato textual, que reconhecemos com facilidade. No campo literário, temos: conto, crônica, poema, romance, novela;  no campo jornalístico/publicitário: notícia, reportagem, matéria, editorial, artigo de opinião, anúncio publicitário; no campo pessoal/familiar/cotidiano, temos: carta, bilhete, receita, bula, manual de instruções e por aí vai. O ENEM geralmente questiona os vestibulandos as funções desses vários gêneros. Por exemplo, uma notícia tem a função de informar, uma receita, de orientar, um manual, de instruir, um artigo de opinião, de opinar, argumentar. A questão 99 do ENEM 2010 apresenta um gênero muito comum, o horóscopo e questiona sobre a sua função, que só pode ser a de aconselhar (resposta e), não se trata de expor opinião, nem de vender um produto ou ensinar sobre saúde (o texto em questão não tem essa pretensão). A dúvida poderia ser entre a “e” e a “b”, mas lembrem-se que o horóscopo vem da “astrologia” e não da “astronomia”.

2 – c) Funny Filez  “Monabean”

Embora não use o termo, essa questão quer saber se o candidato reconhece o processo de intertextualidade em algumas dessas imagens, já que pergunta qual imagem apropria-se de outra, realizando um diálogo entre textos, ou seja, misturando imagens, personagens de diferentes épocas. A única alternativa em que há a mistura de personagens é na “c” (Monalisa + Mr. Bean). A primeira imagem, de Romero Brito, não faz referência a nenhum outro quadro, ou seja, não se apropria de nenhuma outra imagem, ainda que o Romero Brito costume fazer releituras (intertextualidade) de obras famosas. As duas obras de Andy Warhol usam o rosto de personalidades famosos, mas não há mistura de personagens, é apenas Michael e Marilyn. Aliás, a título de curiosidade, Andy Warhol é figura principal de um movimento importante no campo das artes, o Pop Arte, tendência que recorre a imagens carimbadas do cinema, da televisão ou da publicidade, usando cores fortes e bem coloridas. O último quadro é de Picasso, pintor do Cubismo, uma vanguarda do início do sec. XX que usa formas geométricas para compor figuras humanas.

3 – b)   influenciar o comportamento do leitor, por meio de apelos que visam à adesão ao consumo.

Não disse que o ENEM adora explorar os gêneros textuais? Nessa questão, é a vez do anúncio públicitário, e novamente a prova questiona o candidato sobre a função, o objetivo do gênero. Fica claro que um texto publicitário tem como objetivo fazer influenciar o leitor, o consumidor, para aderir ao consumo do produto anunciado. Os anúncios costumam anunciar produtos, recorrendo a imagens, usando humor, frases de efeito (os famosos slogans), garotos-propaganda famosos e bonitos. No caso do anúncio da questão, não há imagens, apenas uma frase, que busca persuadir (convencer) o consumidor a aderir à promoção.

4 – b) neologismo, criação de novos itens linguísticos, pelos mecanismos que o sistema da língua disponibiliza.

A palavra “corasamborim” é um neologismo, ou seja, uma palavra nova (neo = novo; logismo = palavra), inventada, criada a partir de outra (coração + samba + tamborim). Não se trata de um “estrangeirismo” (“a”), pois não há uso de outra língua (estrangeira) para formar o termo. Não é também uma gíria, pois não é usada por determinado grupo. Ao que se sabe, o autor do poema que a empregou pela primeira vez. Também não é um regionalismo, pois não há referência a nenhuma região na palavra e não é um termo técnico, pois não é usada em nenhuma área específica.

5 – a)   possibilita que ocorra diálogo sem a exposição da identidade real dos indivíduos, que podem recorrer a apelidos fictícios sem comprometer o fluxo da comunicação em tempo real

Para responder a essa é só interpretar o texto. O texto informativo explica o que é um chat e questiona exatamente o que está dizendo o texto. Uma das formas de responder é ir por exclusão, pois em cada uma das demais alternativas há afirmações que não se sustentam: “pessoas pré-selecionadas” (b); “seleção prévia de conteúdos” (c); “gravação de conversas”(d) ou “limite de participantes” (e).

6 – c)   informa sobre uma ação, a finalidade que a motivou e o resultado dessa ação.

Novamente há a abordagem de um gênero textual e a solicitação ao candidato para identificar a função do texto, o que o constitui como tal gênero. Foi a vez da notícia, cuja palavra principal é “informar”. Não se trata de apresentar “argumentos” (a), pois a notícia apresenta fatos e não opiniões (argumentos). Também nem toda notícia tem um título que resume o assunto que ela aborda, como é o caso do exemplo da questão. Também não se “dirigi” a ninguém, o gênero em que há um “direcionamento” é a carta. Por fim, a notícia não busca “incentivar”, nem convencer ninguém, isso é função, por exemplo, das campanhas publicitárias.

7 – e)   apresentação da vida de uma personalidade, organizada sobretudo pela ordem tipológica da narração, com um estilo marcado por linguagem objetiva.

Agora é a vez do gênero biografia, que se constitui de (ou seja, é formado por) apresentação da vida de alguém, organizada em ordem tipológica da narração, ou seja, de forma narrativa, narra-se a vida do biografada de forma objetiva, direta. Poderia causar dúvida a “c) explicações da vida de um renomado escritor, com estrutura argumentativa, destacando como tema seus principais feitos”, porém, na biografia não há “estrutura argumentativa”, ou seja, argumentação, opinião. Assim como a notícia, a biografia trabalha com fatos, comprovações, ao passo que a argumentação trabalha com opiniões. Vale lembrar quais são as principais tipologias textuais (sequências que estruturam os textos): narração, descrição, exposição, argumentação e prescrição.

8 – a)  buscaram libertar a arte brasileira das normas acadêmicas europeias, valorizando as cores, a originalidade e os temas nacionais.

Essa questão explora o conhecimento sobre os movimentos literários, no caso, o Modernismo. A partir de comentários sobre a vida e obra de Anita Mafalti (pintora modernista), o ENEM pergunta sobre o objetivo dos modernistas, cujas palavras-chave são “libertar”, “renovar”. Os modernistas propõem uma arte nova (na literatura, nas artes visuais), liberta das normas acadêmicas vindas da Europa, uma arte genuinamente brasileira (temas nacionais), mas abordando o Brasil e suas peculiaridades de forma crítica (nacionalismo crítico, ao contrário do nacionalismo ufanista do Românticos).

About these ads

4 Comentários (+adicionar seu?)

  1. banco de venezuela online
    mai 16, 2013 @ 20:42:22

    Deberian existir mas paginas web como la tuya. Son de mucha utilidad

    Resposta

  2. Trackback: Enem 2013 - Revise os diferentes tipos textuais para sua prova (parte 2) « Blog do Enem 2013: simplificado como deve ser
  3. Anny Netto
    out 21, 2013 @ 14:25:27

    Muito obrigada pelas questões expostas!!!!!!
    Foi para mim de muitíssima utilidade!!!!!

    Resposta

  4. Victor Pereira
    fev 20, 2014 @ 11:34:30

    Muito bom, foi extremamente útil essas questões

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: